Anuscopia de Alta Resolução e Mais

Anuscopia

O que é anuscopia de alta resolução?

É um exame voltado à investigação detalhada de alterações no ânus e canal anal por meio de um instrumento ótico especial, capaz de visualizar detalhes imperceptíveis ao olho nu e que podem indicar lesões precursoras do câncer anal ou mesmo lesões malignas ainda em estágio inicial.

Equipamento de Anuscopia

Equipamento de anuscopia de alta resolução.

Quais são as principais indicações?

Pessoas com história de HPV genital ou com história de prática sexual anal, bem como portadores de HIV, pacientes imunodeprimidos (como os transplantados) e usuários crônicos de drogas para reduzir a imunidade, como os corticoides, por exemplo.

Como é realizado o exame?

O paciente permanece deitado em posição lateral, com as pernas encolhidas. É então introduzido um pequeno tubo descartável confeccionado em material transparente (anuscopia), sendo então aplicado ácido acético a 3%. É então utilizado um instrumento ótico especial para amplificar a imagem, a qual é então magnificada (ou seja, ampliada), em cerca de 16 vezes. Caso haja necessidade, pode-se aplicar outras substâncias para ajudar na identificação de lesões, como lugol.

Pode-se também utilizar um filtro de luz verde. Todos estes recursos visam a destacar lesões que poderiam não ser percebidas de outra forma e, assim, aumentar a precisão diagnóstica do exame.

Na COLONO, utilizamos equipamentos de última geração acoplados a uma câmera digital de alta resolução, o que possibilita a aquisição de imagens em tempo real. Assim, é sempre feita a documentação fotográfica do exame, o que pode ser particularmente útil para o acompanhamento posterior.

Lesão Condilomatosa em Canal Anal

Lesão condilomatosa em canal anal, visualizada por anuscopia de alta resolução.

São necessários outros procedimentos de forma associada?

Como dito antes, a anuscopia de alta resolução possibilita a visualização amplificada e contrastada de lesões que poderia não ser visualizadas por um exame proctológico normal. A depender do caso, podem ser necessárias a realização de exames de citologia anal, biópsias e coleta de material para genotipagem para HPV, de modo a determinar os subtipos presentes, uma vez que alguns podem estar relacionados a risco maior de desenvolvimento de lesões malignas.

Citologia Anal

Aspecto microscópico material obtido por citologia anal.

Seu médico examinador saberá decidir quais destes exames devem ser realizados a cada momento e para cada paciente. O conjunto de informações obtidas por um ou mais exames pode-se individualizar o tratamento e o seguimento levando em consideração as características de cada caso e paciente. Por esta razão na COLONO são realizados apenas os procedimentos efetivamente necessários em cada caso.

Lesão Anal

Aspecto microscópico de fragmento de lesão anal, obtido por biópsia anal dirigida.

Por fim, em alguns casos pode ser optado por realizar a cauterização química de lesões condilomatosas, um procedimento realizado em consultório e eficaz para tratar lesões induzidas por HPV em casos selecionados.

Quais os custos envolvidos?

A anuscopia de alta resolução em geral não envolve grandes custos. Seu valor final, no entanto, varia de acordo com os procedimentos que forem realizados durante o exame ou para tratamento, como citologia anal, biópsias, coleta de genotipagem para HPV e a cauterização química de lesões condilomatosas.

É importante ressaltar que estes exames não fazem parte do rol da ANS para cobertura das operadoras de saúde e, por esta razão, não têm como ser realizados por convênio, ainda que pelas operadoras atendidas normalmente pela clínica.

Como se preparar para a realização do exame?

O paciente permanece na clínica apenas durante o tempo necessário para a realização do exame.

Não é necessário que seja realizado jejum ou que seja realizada sedação.

As medicações de uso de rotina dos pacientes de um modo geral não atrapalham a anuscopia de alta resolução. No entanto, pacientes em uso de medicações anticoagulantes ou que interfiram na coagulação sanguínea podem ter de suspendê-las antes do procedimento nos casos em que uma biópsia seja necessária. É importante informar seu médico antes da realização do exame e a clínica quando for agendá-lo.

O preparo é feito de forma retrógrada (aplicado pelo ânus) três horas antes do exame (ver link). Como não é necessária sedação, não há necessidade de levar acompanhante. De um modo geral, você poderá retomar suas atividades habituais logo após.

Quais são os riscos da anuscopia de alta resolução?

O principal risco relacionado ao exame é o sangramento, principalmente se houver necessidade de realizar uma biópsia. Reação alérgica a algum dos materiais ou substâncias utilizadas durante o exame são eventos raramente relatados. Dor anal de leve intensidade pode ocorrer. É importante informar a equipe médica seu histórico de alergias antes do início do exame.

Quais são os benefícios da anuscopia de alta resolução?

O HPV é uma infecção muito comum e sexualmente transmissível. Pode apresentar-se na região anal por lesões aparentes (verrugas) e por lesões planas e não aparentes (subclínicas). Existe mais de 100 subtipos de HPV e alguns deles tem uma tendência especial de acometer a região anal. Os subtipos de HPV podem ser de baixo ou alto risco para o desenvolvimento de câncer anal. Acredita-se que a neoplasia intra-epitelial anal (NIA) seja uma progressão dessas lesões por HPV e um precursor do câncer do ânus (carcinoma anal).

O grande benefício da anuscopia de alta resolução é identificar a NIA precocemente e orientar o médico assistente na melhor forma de tratamento. Desta forma, pode-se reduzir significativamente o risco de desenvolvimento de tumores anais nos indivíduos expostos.