Avanços Tecnológicos em Endoscopia Digestiva

Avanços Tecnológicos em Endoscopia Digestiva

A COLONO – a sua clínica do aparelho digestivo, acaba de renovar completamente sua plataforma tecnológica de equipamentos endoscópicos. A partir de 23 de maio de 2020, todos os nossos equipamentos endoscópicos Fujinon, que já eram de alta resolução, foram substituídos por equipamentos de altíssima resolução do mesmo fabricante, em ambas as Unidades (Asa Sul e Águas Claras). Trata-se de uma das mais tradicionais fornecedoras de endoscópios do mundo, sediada no Japão, onde produz todos seus equipamentos. Agora, contamos com a maior parte das mais avançadas funções disponíveis nos melhores centros médicos nacionais e internacionais.

Nossos novos equipamentos endoscópicos contam com sensores do tipo CMOS, que produzem imagens digitais sem interpolação e em resolução FullHD. Assim, não ocorrem perdas de informações gráficas por artefatos de movimento, o que permite que o examinador possa manter-se atento aos mínimos detalhes da mucosa durante o exame.

E qual é a diferença entre as imagens digitais e de altíssima resolução que agora disponibilizamos e aquelas geradas pelos endoscópios considerados de alta resolução das gerações anteriores? Estamos falando agora em imagens com quase o triplo da quantidade de pixels, os pequenos pontos que as formam. Para ilustrar, é como comparar uma imagem das antigas televisões analógicas de LCD com aquelas das televisões digitais de LED, de última geração. Para o médico examinador, faz uma grande diferença.

Exame Endoscopia HD e FullHD

As nossas novas processadoras de imagens e fontes de luz oferecem maiores luminosidade, controle sobre insuflação, resolução gráfica e sinal 100% digital. Tudo isto combinado traduz-se em muito mais segurança e em imagens significativamente mais detalhadas, agora exibidas em novos monitores de grau médico de 26” e resolução FullHD, que exibem cores mais fidedignas e funções PiP (Picture in Picture).

Agora, todos os nossos exames têm a função de cromoscopia virtual disponíveis ao toque de um botão. São até nove possíveis programações do sistema FICE (Flexible Spectral Imaging Colour Enhancement), que permitem destacar até as mínimas alterações de capilares sanguíneos, estruturas vasculares mais finas que um fio de cabelo e presentes mesmo em diminutas lesões gastrointestinais. A partir da avaliação em tempo real de seu aspecto é possível identificar discretas alterações que poderiam passar despercebidas em endoscópios comuns, sob luz branca.

Foram também adquiridas para ambas as Unidades, colonoscópios de magnificação de imagens, que possibilitam sua ampliação por meio de poderosos conjuntos óticos na extremidade do aparelho. A conjunção de lentes especiais e sensores CMOS de altíssima resolução permitem a ampliação em até 135 vezes, mesmo dos mais discretos detalhes das camadas mais superficiais do intestino. Estes equipamentos estarão disponíveis até julho de 2020.

A combinação de alta resolução, magnificação endoscópica e cromoscopia digital possibilitarão uma avaliação muito mais detalhada da mucosa colorretal.

Estas funções são particularmente úteis em algumas circunstâncias específicas, como no caso da vigilância endoscópica de pacientes portadores de Doença Inflamatória Intestinal, cujo risco de desenvolvimento de lesões pré-malignas ou mesmo neoplasias colorretais cresce significativamente após oito anos de evolução da sua doença. Mas também são importantes para a detecção de tumores planos e de coloração semelhante à da mucosa, que poderiam passar despercebidos sob luz branca e em equipamentos convencionais.

Na Colono, nossos pacientes já encontravam uma estrutura de alto nível e equipes treinadas e de excelente formação técnica e humana, em ambas as nossas unidades. Estamos orgulhosos de poder também oferecer as tecnologias recentes e avançadas dos melhores centros médicos da atualidade, com o calor humano que sempre caracterizou nossa atuação. Venha conferir!